quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Liverdade

vou a onde vôa
vôo livre, vou o preso
passarinho passa à toa.

domingo, 24 de outubro de 2010

alguém tem algo a dizer,
cada qual com seu como, com seu coma,
com subtração, soma,
sussurro, jeito, trejeito, grito,
depois lê num viaduto
qua a pureza é um mito.

belo horizonte, 18 de outubro

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

"Uma imagem vale mais que mil palavras"

E as páginas dos livros caíam,
mas se não houvessem palavras,
O que as imagens diriam?

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Onde está o erro?

Este é um conteúdo fictício, qualquer semelhança com a realidade, é mera verdade que não ocorreu.

"Excelentíssimo senhor futuro presidente do brasil, sou um homem trabalhador e venho por meio desta dizer que tudo o que ouço na televisão em vosso discurso, soa como a mais pura essência da IPOCRESIA...."

Réplica do candidato(a): "Caro senhor eleitor, antes de discorrer sobre o meu discurso, gostaria de fazer uma correção, a palavra que o senhor colocou logo no início da correspondência, a qual estou respondendo, veio com a grafia incorreta, o correto é HIPOCRISIA, com H no começo.
A proposta do nosso governo é....."

Tréplica do eleitor: " Me desculpe senhor, por mostrar além de outras, esta ignorância, apesar de não ter errado. A fome que me acometia enquanto escrevia a correspondência anterior, acabou por me fazer comer o H de Hipocrisia, o que muito encomodou o senhor. Mas note também que não esqueci do H que vem no início da palavra Homem, a qual me refiro à criação digna em condições precárias dada por minha mãe, sob o comando de poder abusivo dos políticos, desvios das verba de saúde pública e até mesmo da escola a qual eu deveria ter concluído para não cometer erros famintos como estes. Me perdoa por ter fome e acabar por comer as letras do seu português, mas no meu café da manhã, almoço e janta, infelizmente faltaram todas as letras."




Qual palavra está errada antes que consigamos escrever com todas as letras a palavra MUDANÇ?

domingo, 19 de setembro de 2010

eu, errante
dei-me o direito de errar
sem precisar, depois,
dar com a cabeça em muro de lamentações
já derrubado
após sucessivos choques
disparatados
de outrora.

distraído,
disparo versos sobre a folha,
a caneta,
pra não apagar.
dei-me direito do errante,
do andarilho,
cavalheiro andante,
que cochila em um banco
em liberdade,
que é esta página em branco.

BH, 23 de agosto

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Fome pra quem come

Vejo as crianças da Etiópia,
E me sinto um tanto aflito,
não sei se choro ou se vomito.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

PIXAÇÃO

Errado aquele
que se esconde no escuro,
e vandaliza a alma,
pra colocar amor no muro? (mundo)

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Definições 1

Paixão,
Rala os braços,
Mas o lenço não toca o chão.

Definições 2

Amor,
Proteger o lenço com o peito
Do para-choque de um caminhão.

Definições 3

Amor próprio,
não se machucar por um lenço,
mesmo que não esteja sóbrio.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Como tudo na vida

Se não escreve sempre
as palavras que antes tinha
vão s u m i n d o
s

i


m



p



l




e



s



m



e




n






t

domingo, 11 de julho de 2010

Ô Severino! tem visita homem...

- Hey.. arruma tudo que tem visita.
-Visita? como assim?
- ORRA MEEEEO.. faz uma cara que to falando que tem nego vindo pra cá e vocês não fizeram nada ainda? Isso ta uma zona, tem coisa apodrecendo aqui, sente o cheiro disso.. vocês só podem estar de brincadeira.
- Mas a visita chega hoje?? quantos são? quem vem?
- Não, não chega hoje, mas essa bagunça toda você não arruma nem com a ajuda do amanhã , e outra, os caras vão filmar tudo aqui antes deles entrarem nesse buraco gigante que vocês moram né malandragem. Sei lá quantos são. É uma cabeçaaaaaada. Uma galera da gringa. Tem meros mortais aos montes, mas tem vários highlanders no meio cara, gente da alta, importante, que da palpite no G8 velhoooo!
E outra, meu querido... ooo meu queridooooooo... assim não dá! Esses seus filhos cara, isso não pode. Eles mal sabem falar a língua deles, quem dirá conversar com os tio sams. Vai fazer bonito como desse jeito? Seus rebentos mal sabem se vestir, tentam imitar os caras o tempo todo e só fazem cagada, não respeitam nem uns aos outros e você ainda quer um sapato de couro italiano pisando no seu chão?
Outra coisa, não quero falar disso na frente deles, nem queria falar pra você, mas... Esses modos das suas crianças... isso não é certo. As meninas todas dançando, rebolando, se oferecendo pra quem passa, sem a menor vergonha desses pedaços de panos curtíssimos que elas chamam de saia, e dessas músicas vulgares. Pra não dizer que os rapazes também são de uma elegâââânciaaaa... até bater carteira sei que batem, são mal encarados, falam gírias, não sabem nem o que quer dizer democracia. Essa molecada vive aí formando gangue, batendo e matando por prazer, alguns você não sabe nem o nome, estão aí na miséria, roubando pra poder comer, passando fome por não saber escrever pra arrumar um emprego, isso é coisa de gente? parece que só tem bicho aqui porra!

Um dos filhos ouve a conversa e a interrompe com certa brutalidade:
- Se essa macacada estranha toda é que ta vindo pra cá, não so eu que tenho que muda minha conduta não seu moço. Se eles qué saí com sapato limpo daqui, manda vir com coro cor de sangue, por quê é dele que nossa terra é tingida, e nós pode deixar ela mais vermelha ainda, deixo até minha própria tinta derramar nele, se algum cabra froxo vier mecher com minha mãe.

-Cala a boca moleque! Não escuta não, ele não sabe o que fala - Alguém tranca ele na jaulinha dele por favor, e explica que se todo mundo ficar quetinho e sentado ninguém ganha castigo e ainda vai ganhar presentinho, vai ter bolsa família pra todo mundo. - Então, eu consigo controlar tudo, a gente coloca essa sujeira toda num cantinho, ninguém vai nem notar. Isso que está podre não tem mais volta, a gente só cobre com uns panos bonitos, uma coisa pomposa pra enfeitar e aliviar o cheiro, e pronto, a casa está limpa.
- Tá... tá bom, vamos tentar fazer isso passar batido. Só dá um jeito nessas crianças, já que as meninas não vamos arrumas de um dia pro outro mesmo, esse comportamento horroroso, ensina pelo menos a cobrarem bem, aí você faz um dinheiro legal e coloca elas pra estudar depois que a farra toda acabar. Coloca um ou outro pra falar inglês também, aí quando os gringos chegarem tem quem apresente a baderna e faça a coisa parecer arrumadinha, esse barraco não vai virar um palácio, mas pode parecer casa de gente pelo menos. Até mais.
- Até mais, e faz uma propaganda lá hein, diz que aqui é lindo, talvez alguém ainda queira comprar, fazer uma reforma e deixar a gente aqui pra tocar a coisa toda. Ia ser um luxo !

2014 vem aí - Brasil rumo ao HEXAAAA!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

"Deixe-me ir preciso andar"...

Interrompe-se a risada no final da sessão, não é mais tão engraçado assim rir sentado no skate, tomando um refrigerante, suado, cansado e pensando na volta pra casa. Se bem que nessa hora era o que menos importava, só nos ligavamos no agora, no presente, que eram risadas atrás de risadas saindo de corpos que mal se aguentavam em pé.
E agora, os mesmos corpos, por mais descansados e inteiros que estejam pra rir muito, não têm forças pra isso, não têm motivo pra isso, por que a piada se foi numa remada sem volta, ele remou com elas pra uma pista que nós não conhecemos direito, não sabemos o caminho.
O céu anuncia a chuva com um barulho que chamamos de trovão e que dizem ser o barulho do raio, mas depois deste dia 30, sabemos que qualquer um estará errado se afirmar isto. O trovão agora é algum heel flip nas quatro, algum tail estralando no andar de cima. Ja até imagino o todo poderoso reclamando do cara quebrando as bordas de lá, mas duvido que ele vá parar, ou se chatear por isso, como sempre.. ele vai rir e voltar na borda até voltar a trick do dia.
E quando alguém diz que os bons vão cedo, eu normalmente não me conformo, o mundo hoje é um lugar onde essas pessoas quase não existem. Mas quando você se foi Felipe, e isso chegou até mim, descobri que o planeta e todas essas coisas ruins que acontecem aqui, Deus não pode gerenciar sozinho, e alguns pequenos problemas ele coloca um dos bons pra resolver. Então de certo, quando o sorriso faltar, quando qualquer problema não deixar alguém sorrir, ele vai gritar pelo vulgo:- " AÊ MICOSE"- e de lá do fundo, aquele cara magrelo e alto, vai vir com um sorriso no rosto, com o naipe de malandro pra colocar de pé quem pensa que tudo acabou, pra mostrar que não acabou nada, a sessão nunca acaba, ela só aguarda o amanhã clarear.

EM nome da família... VALEU POR SORRIR E TIRAR SORRISOS NO FIM DO DIA.
tititi tititi tititi BRONKS!

Vá com Deus! (Felipe "MICOSE" 30/04/2010)

sábado, 1 de maio de 2010

O pomar de arte tem folhas mas os frutos caíram.

Me peguei pensando sobre o que é ARTE, e cheguei a conclusão de que não posso definir, não posso dizer o que é ou não arte. A arte de fazer telas, ilustrações, pneus, automóveis, vidas, pedras de crack. Arte é tudo o que pode imprimir em alguém qualquer sentimento, ou apenas o que é feito com as mãos em suaves movimentos?
Como ser suave se não tem nem mesmo um teto? Como NÃO ser brilhante se consegue achar comida no lixo? O pintor descobriu um rosto em meio a várias formas de linhas retas, o garoto descobriu uma banana menos podre dentre todos os lixos da feira. Tudo bem, coloquei dois artistas de segmentos muito diferentes: Um pintor, que trabalha com tintas e telas, e o outro é um escultor que trabalha com bolinhas, uma marreta, sonhos e um futuro, passa 12 horas por dia quebrando sonhos para tentar ganhar talvez 1 opção de futuro por dia. O primeiro sente amor pelo que faz, o segundo nunca conheceu, e não pode falar do que não conhece (é um código seguido por todos os que aplicam essa técnica em seu trabalho, não se deve exprimir o que não foi impresso em você).
Mas o fato é que, tudo o que pensei ser arte até hoje, ou tudo o que eu não via como arte, se fundiu como se fosse uma coisa só, não por que eu descobri a arte em todas as coisas, justamente o contrário, não sei o que é , então tento entender o que pode ou não ser leiloado por milhões algum dia para o arremate de algum colecionador.
Só não encontrei ainda um colecionador de FUTUROS PODRES DE FRUTOS BRILHANTES DO PÉ DE BEM-ME-QUEIRALGUÉM.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Em memória daquela que nunca se me apagou do espírito - Saudades, Aline.

hoje sou réu confesso
de pescoço entregue ao carrasco.

a vida apresenta-se cruel nas despedidas.

olhos inchados, e palha nos lábios para ocupá-los.

aqueles olhinhos cheio de três marias, estrela virou
na noite de Minas Gerais
e levaram consigo o pedacinho de mim que lhes é de direito.

a menininha de lá deixou o garotino daqui
deixa...deixa...

sou lutador que grita desistência
mas que ainda se recusa cair.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Beijo à flor

O beijo na flor não foi de paixão, não foi com calor para queimar as pétalas, foi um beijo de quem sabe que uma hora a flor se vai. E poderia alí ter cortado e trazido comigo para casa, mas do vaso ela não cheira como no campo, e não saio beijando vasos. Tirar uma foto também não, a questão não era registrar o momento, e sim mostrar o valor do ato.
Ela não entendeu muito, mas quando beijei não foi para mim, foi para ela. O beijo é quando a boca toca algo e com um leve sugar traz pra dentro o que ela pode emprestar de bom, é quando a parte mais preciosa do seu corpo toca qualquer outra. É pela boca que tudo o que você precisa para viver entra, e tudo o que você precisa para sobreviver sai, e é desta mesma boca que beijo a flor para que ela saiba que todas as outras que beijei com paixão e calor passaram, virão e como vieram passarão, mas ela não, dela não quis extraír o perfume, a beleza, beijei apenas para retirar o que eu ja sabia dizer, mas ainda não era completo. Até alí eu só dizia "EU TE AMO...",mas amar sem ter a quem é vago...
Eu te amo minha amiga - Completa-se a frase depois do beijo de despedida.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Para voar

Era como se o passarinho se calasse, não que parasse de cantar, mas o cantar não lhe era suficiente, ele queria era uma nova canção. Mas quem nasce passarinho, canta sempre a mesma coisa, e quando não aguenta mais cantar voa. E era como se ele quizesse mesmo voar, mas da janela olhava o céu, e dali voava, e ia pra longe... dentro do quarto. Mas passarinho lá tem quarto? passarinho se priva de voar? Enjoa de cantar? Não.
Ele tinha era alma de passarinho.

Se eu sonhar que consigo ter o céu, talvez de fato não tenha, mas já terei um sonho.